Março 18 2011

As portas que se abrem fechadas.

E eu ainda estou aqui. As estradas sempre na mesma direcção. E eu ainda estou aqui. A existência feita de insistências. E eu ainda estou aqui. A vida das perdas e enganos. E eu ainda estou aqui. A tolerância compreensiva incompreensível. E eu ainda estou aqui. A solidão das multidões solitárias. E eu ainda estou aqui. A solidariedade empacotada no vácuo. E eu ainda estou aqui. A promessa de um futuro passado. E eu ainda estou aqui. A dor de gritos silenciosos. E eu ainda estou aqui. A ausência presente. E eu ainda estou aqui. O insustentável peso de não ser. E eu ainda estou aqui. A morte adiada. E eu ainda estou aqui.

E vocês? Ainda estão?

 

Sérgio Aires

(in Rev. Impulso Positivo, (2011), Jan. F, p. 50)ev

 

Dá que pensar!

Srs. Voluntários(as) podem comentar!

publicado por servoluntariosempre às 13:12

Olá!
Parabéns pela forma como tem dinamizado este blogue!
Está bastante apelativo!
Não se esqueçam do ciclo de cinema a decorrer no âmbito do programa do AEV-2011. Sexta-feira, dia 25, no Auditório da Sede Social da Misericórdia de Angra, o filme "Amor sem Fronteiras". Venham!
Manuela a 23 de Março de 2011 às 11:40

mais sobre mim
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
19

20
21
23
24
25
26

27
29
30
31


Contador de visitas
pesquisar
 
blogs SAPO